Meu casamento esta indo de mal a pior o que devo fazer?

A maior de todas as queixas em consultório esta relacionada as questões do casamento, diariamente atendo casos individuais ou de casais nos quais estão se relacionando com alguém que ama, porém que possuem problemas e divergências.

Existem brigas? Discussões? Houveram ofensas e agressões verbais? Muitas vezes não sabemos como levar adiante uma relação que possui tantos pontos a serem melhorados, não sabemos por onde começar muitas vezes não temos consciência de todo o problema, tudo o que temos são pensamentos negativos relacionados a conduta do nosso parceiro.

Diferente do que costumam dizer sobre relações amorosas não importará o tempo que você esta com seu conjugue, problemas podem aparecer a qualquer hora, hoje em dia as pessoas falam mais sobre seus problemas e expõem mais suas ideias, o que é ótimo se torna uma arma letal no casamento, falar é importantíssimo e ter opiniões mais ainda, mas precisamos saber fazer isso de forma amena e pacifica. O respeito consigo e com o outro deve ser sempre a virtude da relação. Mesmo quando estiver no olho do furacão tente fazer força para pensar quais são seus valores, se essa relação realmente importa e se vale a pena se doar mais e ser empático, por um outro lado você também pode pensar se esta se doando demais e precisa impor limites de maneira amistosa. Não se esqueça cada caso e situação deve ser analisada de forma minuciosa.

Você já pensou se as dificuldades individuais estão “atrapalhando” as questões do casal? Geralmente este é um ponto que muitos se esquecem mas frequentemente aparecem nas relações que estão por um fio, vou exemplificar; seu marido não conversa, não costuma falar de si mesmo então você diz que já tentou, falou, perguntou, gritou, enviou mensagens, cartas e agora desistiu, mas isso gera em você uma enorme insatisfação. Vamos lá a primeira questão é: Como você tem conversado? Como você expressado sua opinião, minha experiência na clinica me mostra sempre que homens e mulheres costumam expressar suas opiniões das seguintes maneiras: -brigando- de cara fechada-falando sobre a bagunça da casa e não direcionando o tema central- gritando- sendo IRONICOS- sarcasmo e por ultimo sendo passivos. Entre tantas outras opções citei as mais comuns. Acredito que ninguém irá escutar alguém que esta sendo ofensivo, mesmo falando a verdade temos que tomar cuidado como passaremos essa mensagem.

 

Algumas dicas para seu casamento ir bem

1- O obvio precisa ser falado, o que é obvio para você não necessariamente é obvio para o outro.

2- Escute, mesmo discordando, permita que o outro expresse sua opinião com calma e de forma clara, dê espaço para uma opinião sem que você interrompa para fazer seus comentários.

3- Expresse todas as suas ideias, se for melhor para você formule um texto antes das conversas, prepare aquilo que você quer falar, seja ameno, você não precisa ser ofensivo para que o outro entenda o que você quer dizer.

4- Quais ideias e pensamentos excessivos você pode alterar? A outra pessoa não é obrigada a acatar a todas as suas opiniões.

5- RESPEITE O SEU parceiro e exija respeito, a empatia é a fonte do amor, sem ela nenhum casal vai longe, SER empático é compreender a razão do outro e permitir que ela exista tendo aceitação nas diferenças.

6- Façam combinados, o que cada um poderá fazer pela relação ou pelo parceiro que irá facilitar o dia-a-dia, gerando mais empatia e acima de tudo fortalecendo os VALORES do casal.

 

Espero que este texto seja uma luz para quem esta vivendo um relacionamento com dificuldades, não se esqueça você sempre poderá pedir ajuda, um terapeuta poderá modelar seu comportamento e trabalhar sua relação de forma efetiva!